Práticas-para-Importação

Melhores Práticas para Importação

Utilizar as melhores práticas para importação é fundamental para as empresas que buscam potencializar seus processos. Isso de forma sustentável, procurando não elevar o preço dos produtos no mercado. Acompanhe as dicas que separamos para que sua empresa consiga obter todas as vantagens que essas práticas podem oferecer.

Práticas-para-Importação

Previsibilidade de custos

Esse fator é muito importante para qualquer empresa que trabalhe com importação, pois atualmente é mais fácil ter exatidão na estimativa de custos em cada nível do processo. Isso porque as empresas geralmente firmam contratos com seus fornecedores. Além disso, a variação costuma ser mínima, sendo que a principal variável nessa prática é a taxa de conversão cambial.

Escolhendo o melhor transporte

Aqui, deve-se avaliar as alternativas de modal de transporte para determinado embarque.

No caso dos produtos estarem no timing de necessidade/recebimento e distribuição, o transporte marítimo é a melhor opção, visto que suporta grande quantidade e variedades de produtos, por um custo relativamente baixo, em relação a outros modais.

Mas, digamos que o recebimento dos produtos precise ser urgente e a distribuição for para atender a uma demanda excepcional. Nesse caso, o transporte aéreo é melhor. Assim, com a agilidade deste meio será possível a entrega da mercadoria, evitando quaisquer contratempos. Como nada é perfeito, vale lembrar que o custo do frete internacional no Brasil é bem superior ao transporte marítimo.

Se você não quer gastar tanto, firme um contrato com um agente de frete internacional aéreo. Aliás, falando em contratos, veja a seguir mais uma prática para otimizar o processo de importação.

Firme contrato com fornecedores

Firmar contrato com um fornecedor é melhor do que solicitar um prestador de serviços diferente a cada demanda, uma vez que esta é a opção mais econômica tanto no médio como no longo prazo. Afinal, ao firmar contrato, o serviço contratado não é orçado baseando-se em tabela pública.

Além disso, é a forma ideal de estreitar o relacionamento, obtendo assim um atendimento diferenciado. Com o suporte do contrato legal, o prestador é acionado sempre que for preciso enquanto durar o contrato. Dessa forma, você faz uma parceria que entende sobre o seu negócio e assim pode prestar um atendimento mais eficaz. Lembre-se: A eficiência é a base das práticas de importação.

Forme parcerias com fornecedores estrangeiros

A relação com novas parcerias de fornecedores sempre é valida, ainda mais quando esse nível se amplia para caminhos estrangeiros, mas não se esqueça de avaliar com antecedência o nível de credibilidade do fornecedor no comércio internacional. Também é importante analisar seus processos e certificações especiais para atuar no comércio exterior. Outro ponto a ser verificado é se o produto e as práticas do fornecedor satisfazem as demandas de sua companhia. A facilidade de distribuição após a entrega também é um item que precisa ser considerado.

Documentação em ordem

Nesse quesito, utilizar-se de KPIs (Key Performance Indicator) pode ser a escolha ideal. Afinal, esses indicadores permitem medir o fluxo de submissão da documentação por parte da origem para a análise. Também pode ser útil para medir o prazo de retorno com a confirmação ou instruções de ajuste. Na verdade, o ideal é que a carga já chegue ao Brasil com toda a documentação correta.

Portanto, fazer uso dessas práticas não é algo complicado e ainda padroniza seus procedimentos em curto prazo, algo de alta relevância para a otimização e assertividade nos processos de sua empresa.