post_praticas_ECF

Evite erros e multas: Melhores práticas para a declaração da ECF

Falta pouco para o dia 30 de junho, data final de entrega da ECF (Escrituração Contábil Fiscal). As empresas e seus departamentos contábeis precisam estar preparados e sem nenhuma dúvida para gerar a declaração sem erros e dados inconsistentes. (Confira mais detalhes sobre essa declaração neste artigo).

A ECF foi implantada como substituição da Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (DIPJ) e tem como objetivo chegar ao lucro fiscal das instituições. Outro fator que merece atenção das empresas declarantes é o cuidado e atenção nas informações declaradas, já que o Fisco usa a ECF para cruzar todos os dados financeiros da empresa.

Segundo uma pesquisa da CNI, 87% das empresas acreditam que o número excessivo de regras e a burocracia são as maiores dificuldades para cumprir as obrigações legais com o Fisco, seguido pela complexidade das regulamentações. Esses fatores contribuem para a taxa elevada do faturamento não declarado para a Receita Federal, que atualmente chega aos R$ 1,32 trilhão. A multa para as empresas que cometem erros ou não declaram corretamente a ECF pode chegar a R$ 5 milhões.

As maiores dificuldades da geração da ECF são:

  • Adequação da apuração do IRPJ e CS
  • Link dos lançamentos na parte A do LALUR com a ECD
  • De/Para do Plano Referencial para fins de apuração fiscal
  • Alterações no layout
  • Memória de cálculo declarada
  • Possível GAP de informações da declaração do ano anterior
  • Criação de contas contábeis ou outro mecanismo para detalhar os lançamentos no LALUR

Para evitar erros e, consequentemente multas, as empresas devem estar atentas. Confira as melhores práticas para declarar a ECF:

  • Garantir que as informações sejam declaradas de maneira clara e analítica
  • Refletir corretamente os efeitos das recentes alterações tributárias nas informações declaradas
  • Adaptar a contabilidade e os controles internos aos procedimentos e detalhamentos exigidos pela Receita Federal
  • Desenvolver mecanismos de compliance e de revisão das informações declaradas
  • Assegurar o pagamento correto do IRPJ e CSLL
  • Cumprir as exigências e lançar individualmente as contas controladas, garantindo assim futura adição ou exclusão do Lucro Real ou Contribuição Sociais Sobre o Lucro Líquido
  • Implantação de sistema e consultoria de processos, com a inclusão de todos os dados de maneira correta e em tempo hábil

Sua empresa está preparada para a declaração da ECF?

Evite que as complexidades fiscal e contábil dominem a rotina de sua empresa. A StarSoft conta com a solução Gestão Fiscal StarSoft Applications, que automatiza o processo de geração e envio das declarações ao Fisco, além de ter especialistas à disposição para esclarecer as dúvidas do sistema e apoiar o fechamento da declaração da sua empresa.

Para mais informações entre em contato com a StarSoft pelo telefone (11) 4133-2200 ou pelo link https://www.starsoft.com.br/contato.

Paste your AdWords Remarketing code here