Confira abaixo as publicações desta categoria:

e-Social: Cuidados ao gerar

Para cerca de 15 mil empresas brasileiras, o ano começou com muito trabalho. Desde janeiro, o envio de informações trabalhistas por meio da plataforma do e-Social é obrigatório para as companhias que faturaram acima de R$78 milhões em 2016. Também é obrigação para empresas que fizeram adesão antecipada ao sistema. Para que haja conformidade em todos os campos e evitar multas, as empresas precisam ficar atentas aos envios das informações. Por isso separamos alguns cuidados que precisam ser tomados ao gerar o e-Social, confira!

Atenção ao envio das rubricas

Ao enviar as informações das remunerações dos trabalhadores, elas precisam constar na tabela de rubricas (Tabela 03). É fundamental entender como funciona a tabela de rubricas, pois pequenas falhas podem gerar problemas graves. Isso porque o governo irá considerar essas informações para base do cálculo de FGTS, IRRF, INSS e Sindical Laboral. Por isso, é imprescindível garantir a adequação dessas incidências, já que elas terão um efeito cascata. Isso significa que uma alteração pode afetar diretamente os demais dados.

Cautela no fechamento da folha

Muitos empregadores possuem em sua folha de pagamento diversos valores. Estes correspondem não apenas ao salário contratual, mas também ao comissionamento e deduções de convênios. Para apurar o valor devido ao colaborador, é essencial que a empresa estabeleça um cronograma mensal. É importante conscientizar seus fornecedores e colaboradores sobre a notificação de informações que afetam os valores das verbas a serem apuradas naquela competência. Como a entrega de recibos de pagamentos referentes a prestação de trabalho em outras empresas por parte do colaborador, por exemplo. Assim a apuração da contribuição social pode correr sem problemas.

É importante lembrar que as folhas fechadas antecipadamente, sem respeitar todo o período de competência, serão uma dor de cabeça. Isso porque no e-Social pode haver divergências de valores. Essas divergências irão refletir nas movimentações de eventos não periódicos previamente enviados ao governo.

Preste atenção aos encargos

Também é importante conferir se os valores processados na folha de pagamento batem com os gerados para o governo. Eles terão impacto diretamente no recolhimento dos encargos. Portanto, deve-se aproveitar os primeiros meses de envio dos eventos periódicos para conferir os valores das guias de recolhimento. Entre elas estão GFIP, GPS, GRRF, entre outras. Deve-se compará-las com a DCTF Web e a GRFGTS, que serão geradas através dos sites dos entes participantes do e-Social.

Para te ajudar nessa tarefa de gerar o e-Social, você pode contar com o módulo e-Social da StarSoft. Acesse o site e conheça melhor mais essa facilidade que a StarSoft oferece para sua empresa!

Como o ERP pode ajudar o setor de RH a crescer e se organizar melhor

 

Recursos Humanos e Erp
O que o ERP pode fazer pelo seu departamento de recursos humanos?

O departamento de Recursos Humanos – conhecido pela sigla RH – é um dos mais importantes de uma empresa. Nele é feito todo o gerenciamento de pessoas: o bem mais precioso de uma organização. Para que tudo se mantenha em pleno funcionamento, garantindo a saúde da corporação e dos funcionários, é necessário investir em algumas tecnologias. A integração de dados por meio de sistemas é uma boa opção, e pode ser feita por meio do ERP, sigla em inglês para Enterprise Resource Planning, ou planejamento dos recursos da empresa.

Por esse sistema é possível organizar todo o negócio, desde o planejamento de recursos, controle de despesas, números e dados importantes para o RH como controle do pessoal, folha de pagamento, medicina e segurança do trabalho e o envio do eSocial.

O que o ERP pode fazer pelo departamento da sua empresa?

Existem diversas funções e controles para o setor de RH utilizando sistemas de integração. No controle da folha de pagamentos, por exemplo, é possível consultar rapidamente relatórios completos com os mais diversos dados, inclusive por período, como saldos totais, lançamentos detalhados e pesquisas analíticas, além de conseguir facilmente fazer o levantamento das necessidades individuais ou coletivas dos empregados. As demandas mais burocráticas e manuais dão espaço à tecnologia.

O controle de ponto eletrônico também é uma das inovações mais tecnológicas. Ela permite diversas variações, inclusive opções de inserção de horários flexíveis para determinados funcionários sem interferir nos horários dos outros. Um controle de banco de horas digital pode ainda cuidar dos créditos e débitos dos funcionários, gerenciando os pagamentos ou cobranças.

Outro ponto importante da digitalização do setor é o desenvolvimento organizacional, característica fundamental de uma empresa, que pode ser determinante para o seu sucesso. Em um ERP é possível cuidar os funcionários de forma mais estratégica, desenhando atividades que os façam crescer ao lado da organização, diferentemente dos controles manuais.

É possível destinar o investimento certo para treinamentos e estudos, por exemplo, e controlar cursos externos e internos para as equipes e/ou funcionários. Cargos, salários e treinamentos necessários são cruzados para determinar os próximos passos. Isso é inteligência digital.

O banco de talentos pode valer ouro se for bem aproveitado. Muitas empresas recebem diariamente dezenas de currículos e portfólios. Por meio de um banco digital é possível armazenar cadastros, desenhar informações e estratégias necessárias para recrutamentos, organização de etapas para seleções, criar regras para determinar potencialidades e muito mais. Verdadeiros talentos não devem ser desperdiçados, e manter isso de forma online é fácil e prático.

Integração é fundamental

Não é só o RH que pode ter um sistema sólido e funcional por meio de ERP. Outras áreas da empresa precisam contar com ferramentas tecnológicas para focar no crescimento, aumento de produtividade e redução de custos. Mas ter softwares diferentes para cada setor pode ser ainda mais fatal do que não ter nenhum.

É aí que a palavra “integração” ganha força. Uma empresa que forneça gestão de dados e informações completas, incluindo ferramentas de ERP para Recursos Humanos, é a escolha certeira para esse sucesso.

A solução estratégica aponta um crescimento operacional orgânico, proporcionando benefícios, rentabilidade e focando em competitividade de mercado. O investimento em tempo será bem aproveitado, permitindo que o foco seja nos negócios, sem perder tempo – e dinheiro! – com burocracia.

A permanência de processos manuais pode, inevitavelmente, resultar em erros humanos e perda de recursos. Mas usar diversos softwares em diferentes áreas da empresa que não conversam também. Além de retrabalho, isso pode gerar esforço excessivo em refação e custos extras.

Por que é importante migrar e integrar já?

A StarSoft, empresa brasileira especializada em gestão de dados com quase 30 anos de experiência, leva ao mercado de RH seu know-how em gerenciamento com a ferramenta StarSoft Applications RH, que conecta a inteligência do departamento com todo o seu negócio, facilitando tarefas administrativas e burocráticas automatizando processos e integrando-os às estratégias da companhia.

A solução é flexível e atende empresas de pequeno, médio ou grande porte, acompanhando todas as necessidades de cada uma e integrando inclusive legislações vigentes e ao que está previsto para o futuro, como é o caso do eSocial, projeto do governo que vai unificar a relação entre o fisco e empresas brasileiras.

Os módulos são divididos para atender todas as demandas do setor, desde folha de pagamento, banco de horas, desenvolvimento organizacional, alterações salariais, admissões, desligamentos, banco de talentos, segurança do trabalho etc.

Para saber mais detalhes sobre a plataforma, acesse https://www.starsoft.com.br/contato/ ou ligue para o telefone: (11) 4133-2200 e converse com os consultores da StarSoft.

eSocial: Transformação digital no RH

 

Rh e o eSocial
Mais detalhes sobre o eSocial e a transformação do RH

O controle de informações de vínculos empregatícios como é conhecido no Brasil está prestes a mudar. A partir de janeiro de 2018, o Governo Federal colocará em prática o eSocial, um sistema automatizado para gerenciar e unificar informações prestadas por empresas brasileiras referentes à prestação de contas fiscais e trabalhistas do empregador.

O projeto do governo visa instituir mais segurança nas informações de RH, tanto fiscais como previdenciárias e trabalhistas. Começará a valer inicialmente para empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões, e, a partir de julho de 2018, para as demais companhias.

Trata-se de um módulo do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), instituído pelo decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, como uma escrituração digital que tem como objetivo unificar a relação entre o fisco e as empresas contribuintes brasileiras. O envio dos dados para validação será único e padronizado, substituindo os antigos registros excessivos e manuais muito mais burocráticos, como registros mensais da folha de pagamento e outras obrigações. Simplificando esses processos, os dados das empresas passam também a ser enviados rapidamente, à medida em que ocorrem.

O departamento de gestão de pessoas está mudando

A ideia do eSocial é facilitar o trabalho do departamento de RH das companhias, que passarão a fazer um único envio de todas as informações importantes – antes enviadas a diferentes setores do governo e em diferentes formatos – , como o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP), a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF), Seguro Desemprego, Previdência Social, o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP), o Manual Normativo de Arquivos Digitais (MANAD) e outras obrigatoriedades. Tudo deverá ser acompanhado da assinatura digital da companhia.

Uma das áreas mais importantes da empresa, já que cuida da gestão de pessoas, merece um sistema que simplifique as atividades e reduza a burocracia, e é isso que o eSocial vai oferecer. O objetivo é justamente permitir um alívio maior às equipes, gerando economia e praticidade.

 Confira as principais vantagens que o eSocial poderá trazer para a sua companhia:

  • Reduzir a complexidade do trabalho, já que os envios manuais e trabalhosos passarão a ser digitais e facilmente implementados;
  • Um fluxo melhor de informações por meio da internet e plataforma digital;
  • Desburocratização das principais informações da empresa;
  • Agilidade, praticidade e liberdade no dia a dia da equipe de RH;
  • Gestores mais focados no crescimento dos negócios e não em burocracia.

Os profissionais de RH passarão por muitas mudanças com esse novo cenário e precisam se adaptar rapidamente, já que a homologação logo entrará em vigor. Já está disponível um espaço de teste na Receita Federal para que as empresas submetam algumas informações na plataforma e possam verificar se estão fazendo de forma correta, e ao mesmo tempo o Governo pode verificar como as companhias estão se adaptando à novidade.

O importante é atentar-se que as informações terão um prazo rigoroso para submissão à plataforma. São elas:

  • Dados dos funcionários;
  • Admissões;
  • Desligamentos;
  • Horas trabalhadas;
  • Alterações salariais;
  • Aviso de férias;
  • Atestados de saúde;
  • Folha de pagamento etc.

Como migrar seus dados para a plataforma com segurança

O primeiro passo para a sua organização é se certificar que todas as informações dos funcionários estejam corretas, já que esses dados serão cruzados com o banco de dados do Governo Federal e não podem ter nenhuma divergência. O segundo passo é contar com uma consultoria especializada, que possa qualificar seus dados, auditar, reestruturar e capacitar a sua equipe.

Para isso, a StarSoft, empresa com quase 30 anos de mercado, a serviço da gestão de dados e informações, oferece o StarSoft Applications, uma solução eficiente com diversos módulos para o gerenciamento completo de dados, preparado para atender às necessidades dos mais diversos órgãos e entidades de fiscalização do país, como a Receita Federal.

Com a contratação de uma equipe especializada da StarSoft, a sua empresa terá a assessoria na organização, na migração e inserção de dados, fazendo uma verdadeira auditoria, validando o que é indispensável e obrigatório, apontando possíveis divergências e erros. Em seguida, toda a transmissão, armazenamento e gerenciamento do que deverá ser enviado será acompanhado e orientado por eles. A ideia é que o seu negócio sofra o menor impacto possível e tire o melhor proveito da novidade.

Para conhecer melhor a solução de eSocial que a StarSoft preparou, acesse o link: https://www.starsoft.com.br/solucoes/recursos-humanos/esocial/. Saiba mais também sobre as outras soluções que a empresa desenvolveu para atender às exigências legais e facilitar o gerenciamento de informações da sua companhia. Entre em contato pelo site https://www.starsoft.com.br/contato/ ou pelo telefone: (11) 4133-2200 e conheça a StarSoft.

Início da fase de testes do eSocial

O eSocial, projeto do Governo Federal que unificará toda a prestação de informações relacionadas à folha de pagamento, obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, entrará em vigor em janeiro de 2018 para as empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões. Clique aqui para entender melhor sobre o que é o eSocial.

O DOU, Diário Oficial da União, publicou no dia 23 de junho deste ano a resolução CGES nº9/2017 que aprova a disponibilização de ambiente de teste restrito para as empresas de T.I no dia 26 de junho até 31 de julho e para as demais empresas estará disponível entre os dias 1 de agosto até 31 de dezembro.

No ambiente de teste, as empresas poderão conferir se os dados cadastrados sobre o empregador, empregados, folha de pagamento e políticas do departamento de RH estão corretas e compatíveis para o envio.

A StarSoft recomenda que as empresas aproveitem este período de teste para realizar o envio do eSocial antes que o ambiente de produção esteja valendo em 2018, pois assim será possível descobrir se as informações preparadas para o envio estão corretas, evitando problemas de atrasos no envio ou com o Fisco, onde muitas empresas estão sendo “surpreendidas” com multas de GFIP/SEFIP no caso de irregularidades nas informações.

O StarSoft Applications favorece a organização e envio de todas essas informações com a solução de Recursos Humanos. Caso sua empresa não possua, entre em contato com nossos consultores para maiores informações pelo telefone (11) 4133-2200 ou pelo site https://www.starsoft.com.br/contato.

eSocial e a mudança na rotina dos profissionais de RH

13/06/2017

Depois de muitas prorrogações, as empresas que ainda não se adaptaram ao eSocial precisam se preparar: a fase final do projeto está quase 100% homologada e valerá efetivamente a partir de janeiro de 2018. Para saber mais sobre o que é o eSocial clique aqui.

Mais produtividade nas empresas com o Digital Workplace

18/05/2017

A transformação digital é uma realidade e dificilmente conseguiremos ignorá-la. O Digital Workplace está cada vez mais inserido nas instituições, por isso há uma necessidade de revermos nossa rotina e modo de trabalhar. Neste caso, a tecnologia possibilita formas mais eficientes de trabalho, aumenta a agilidade e produtividade dos colaboradores e transforma toda a experiência de trabalhar, permitindo inclusive novos modelos de gestão, com profissionais que produzem em ambientes virtuais, isto é, que trabalham remotamente por qualquer motivo.

Choque de gerações: Como desenvolver diferentes perfis de profissionais

09/05/2017

Você certamente já ouviu falar sobre os tipos de gerações no mercado de trabalho e o conflito entre elas. Afinal, esse tema nunca esteve tão em alta dentro das empresas, já que atualmente existem até 6 gerações trabalhando juntas no mercado. São elas:

  • Tradicional (com mais de 73 anos)
  • Baby Boomers (de 53 até 72 anos)
  • X (de 37 a 52 anos)
  • Y (de 27 a 36 anos)
  • Z (de 21 a 26 anos)
  • Geração Millennials (até 20 anos)

Para ter sucesso com a implementação do eSocial é preciso reduzir a complexidade

02/05/2017

StarSoft está preparada e oferece essa solução para as empresas

Automatizar os fluxos de trabalho é a saída com o fim na desoneração

17/04/2017

Gestão de Frotas StarSoft é destaque no Valor Econômico

13/04/2017

Paste your AdWords Remarketing code here