Caixa altera o início da GRFGTS

A Caixa divulgou em mensagem institucional, no dia 02 de maio de 2019, a alteração do início da obrigatoriedade da GRFGTS. Vale salientar que as empresas do segundo grupo do eSocial deverão continuar utilizando o SEFIP para emissão das guias de FGTS mensal até a competência de outubro de 2019 e a GRRF para as rescisões de contrato de trabalho ocorridas até o 31 de outubro de 2019.

O que é a GRFGTS?

A GRFGTS (Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), vem para substituir a GFIP e também para unificar outras duas guias: a GRF (Guia de Recolhimento do FGTS) e a GRRF (Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS). Portanto a guia promove mais facilidade aos empresários e contadores dispersando a burocracia do trâmite.

Implantação 

Por ser um item relacionado ao eSocial, a implantação da GRFGTS vem sido estabelecida de forma gradativa, basicamente, as principais mudanças estão relacionadas ao envio e à forma de consulta das informações. Hoje, as informações são enviadas e consultadas pelo SEFIP (Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social), no caso dos itens relacionados à folha de pagamento. Nos casos de desligamento da empresa, utiliza-se a GRRF.

Importante

Com a alteração, a nova guia passa a ser gerada a partir da base de informações disponível no eSocial. As guias poderão ainda ser acessadas pelo portal da Caixa Econômica Federal.

Mantenha as informações centralizadas de seu departamento para os envios do eSocial.  Acesse o site e conheça o Módulo de Folha de Pagamento do StarSoft Applications, uma das melhores soluções do mercado brasileiro e faça já seu orçamento.